Header Ads

test

Ministra Cármen Lúcia deve assumir a presidência da República nesta sexta-feira


Ministra Cármen Lúcia já foi comunicada da possível viagem do presidente (Foto: reprodução)
A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, deve assumir a Presidência da República na próxima sexta-feira, 13, devido a viagens programadas ao exterior do presidente Michel Temer (Peru) e dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (Panamá), e do Senado, Eunício Oliveira (Japão).
Como não há vice-presidente, na ausência de Temer, Maia e Eunício são os seguintes na linha sucessória. Se os dois também estiverem ausentes, assume Cármen Lúcia.
Temer tem previsão de participar na sexta e no sábado, 14, da 8ª Cúpula das Américas, realizada em Lima, no Peru. Por ora, a agenda prevê que o presidente viaje na sexta, iniciando o retorno ao Brasil no sábado.
Segundo a assessoria do Senado, Eunício viaja na sexta-feira, 13, para uma visita oficial ao Japão, com previsão de retornar apenas no fim de semana seguinte.
A assessoria da Câmara, informou que Maia viaja na quinta,  12, para o Panamá, retornando no sábado. Ele participa de reunião do Parlatino, o parlamento latino-americano.
Procurada pelo G1, a assessoria do STF informou que a ministra já foi informada da previsão de viagens de Temer, Maia e Eunício.
Situação similar ocorreu em 2014, com o então presidente do STF Ricardo Lewandowski, que assumiu a Presidência da República.
Na oportunidade, Dilma Rousseff foi aos Estados Unidos e o vice Michel Temer ao Uruguai. À época presidentes da Câmara e do Senado, Henrique Alves (MDB-RN) e Renan Calheiros (MDB-AL) não assumiram o posto porque alegaram impossibilidades eleitorais. (Com informações G1 e TV Globo, Brasília).